Marconi Perillo está entre os Governadores denunciado por corrupção passiva

 

Marconi Perillo está entre os Governadores denunciado pelo MPF por corrupção passiva. No Brasil nove Governadores são investigados e três denunciados. A denúncia contra Marconi Perillo foi feita em 2017 pela Procuradoria-Geral da República ao STJ que investiga contratos do governo estadual, além de Marconi foi denunciado o dono da construtora Delta Fernando Cavendish, o ex-diretor da Delta Cláudio Abreu e o empresário Carlinhos Cachoeira.

Inquérito considera que o governador Marconi Perillo foi beneficiado com recursos provenientes da Delta Construções em troca da ampliação do valor dos contratos da construtora com o Governo de Goiás nos anos de 2011 é 2012.

Segundo o MPF, as verbas que foram destinadas para as obras da Delta tiveram um crescimento considerável de volume. “Pularam da casa dos R$ 5 milhões para R$ 70 milhões” e que o governador tinha “ciência de que o valor dispendido com o contrato de locação, nos moldes como era posto, era desvantajoso para a administração e ilegal por violar o artigo 37 da Constituição Federal.

As provas de envolvimento do governador apontadas na denúncia são dois pagamentos de R$ 45 mil feitos por empresas-fantasmas constituídas por Cachoeira à filha do marqueteiro eleitoral de Marconi Perillo, que seriam para quitar dívidas de campanha.

Perillo foi enquadrado no crime de corrupção passiva, enquanto Carlinhos Cachoeira, Cavendish e Cláudio Abreu foram acusados de corrupção ativa.

Comentários no Facebook