Idoso é confundido com mendigo, e é expulso do Carrefour em Anápolis

"Meu pai tem 75 anos nunca pediu dinheiro nem para os filhos, ele foi humilhado só porque não estava de terno e gravata", disse uma das filhas do idoso

Atualizado com a Nota do Grupo Carrefour 

Um fato revoltante foi registrado na Delegacia Geral de Anápolis na tarde da última quinta-feira (07), um idoso de 75 anos acabou expulso do Carrefour por um segurança após ser confundido com um mendigo.

Benedito de 75 anos foi ao supermercado com roupas simples e uma margarina em mãos, ele teria ido comprar pães para os filhos.

Ao chegar ao local foi abordado por um segurança que pediu para que o idoso se retirasse do supermercado, porque segundo o segurança o idoso estava pedindo dinheiro. Benedito jurou que não estava fazendo nada disso, mesmo assim o segurança insistiu dizendo que foi visto um senhor de camisa amarela pedindo dinheiro.

Após o fato o idoso saiu do supermercado, se sentindo humilhado.

Filhos do idoso compareceram à delegacia e fizeram um Boletim de Ocorrência, disseram que Benedito passou o dia chorando humilhado e que nunca mais voltaria ao supermercado em questão.

“Meu pai tem 75 anos nunca pediu dinheiro nem para os filhos, ele foi humilhado só porque não estava de terno e gravata”, disse uma das filhas de Benedito.

Elas disseram que entraram em contato com a gerência do Supermercado.

“Eles falaram que só podiam pedir desculpas”, Finalizou.

Em Nota o Grupo Carrefour disse se sentir indignado pelo constrangimento que o idoso passou, e que repudia qualquer ato de discriminação, disse ainda que o segurança envolvido no caso foi desligado após apuração rigorosa do caso.

Confira a Nota do Grupo Carrefour

A rede está indignada com este caso e sente profundamente pela situação constrangedora pela qual nosso cliente passou. O colaborador envolvido foi desligado, após condução de rigorosa apuração. A empresa repudia veementemente  qualquer tipo de discriminação. Reforça ainda que, constantemente, realiza treinamentos e reorienta suas equipes, a partir da prática do respeito e da valorização da diversidade, que exige dos seus colaboradores e prestadores de serviço e que também promove junto aos seus clientes, parceiros e sociedade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *