Homem é preso suspeito de se masturbar ao lado de jovem dentro de ônibus na BR-060, em Anápolis

Um homem de 30 anos foi preso, na terça-feira (27), suspeito de se masturbar ao lado de uma estudante de 22 anos dentro de um ônibus coletivo, em Anápolis. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima ficou assustada, desceu do veículo e acionou a corporação, que o prendeu poucos minutos depois.

O inspetor Newton Morais, assessor de comunicação da PRF, afirmou ao G1 que o homem, ao ser preso, confessou que estava se masturbando, mas disse que não o fazia direcionado à jovem que o denunciou. Segundo Morais, o preso afirmou que estava fazendo sexo por telefone com a namorada.

“Ele teria sentado ao lado de uma garota, no corredor do veículo, não em uma poltrona compartilhada, mas paralelo ao local em que ela viajava. Em um dado momento ela percebeu que o homem praticava atos libidinosos, gemendo, e se sentiu importunada. Ao ver a situação, desceu com outras amigas, todas estudantes, do veículo”.

“Ele disse que realmente estava se masturbando, mas que não era para as jovens do ônibus, e sim para a namorada dele, que, segundo ele, fazia o mesmo do outro lado da linha”, disse o inspetor.

O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito.

O caso ocorreu por volta das 23h de terça-feira, em um ônibus coletivo interurbano que faz a linha entre Goiânia e Anápolis, a 55 km da capital. Conforme divulgado pela PRF, a estudante voltava da faculdade para a capital goiana, onde mora, quando o fato ocorreu.

Ele afirma que ela desceu do veículo em Terezópolis de Goiás, avisou a família e, depois, avisou a corporação por meio do 191. Conforme o inspetor, o homem foi preso na unidade da PRF que fica no Parque Ecológico, em Goiânia.

“Por meio das características físicas dele nós o localizamos e obtivemos a confissão dele para este delito. É importante destacar que, independente dele estar se masturbando direcionado ou não à jovem, o fato dele estar fazendo isso em local público, junto com outras pessoas e importando o seu redor configura o crime de importunação sexual”, afirmou.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a Central de Flagrantes de Anápolis (CEF), onde a ocorrência foi registrada, e tanto ele quanto a vítima foram ouvidos.

O G1 tentou contato com o delegado de plantão William Martins, mas em virtude do plantão dele já ter se encerrado, não conseguiu. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

A delegada Marisleide Sautir, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Anápolis, informou ao G1 que o caso deve ser distribuido, na tarde desta quarta-feira (28), para uma das delegacias regionais, responsável pela área onde o fato ocorreu.

Fonte e Matéria do G1 Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *