Estudos apontam capacidade maior do tanque do carro do que diz o manual

Um vídeo de um motorista alegando ter sido lesado em um Posto de Combustível viralizou nas redes sociais nesta tarde de segunda-feira (26) em Anápolis.

Florisvaldo Batista foi abastecer seu veículo Renault Sandero em um Posto localizado na avenida Brasil Sul próximo ao Detran. Ele disse que seu veículo estava na reserva quando foi abastecer, chegando ao local mandou completar o tanque, para sua surpresa coube mais de 63 litros de combustível, no manual do veículo diz que a capacidade é de 50 litros.

Nota fiscal mostra que foi colocado 63,201 Lts de combustível no veículo

Florisvaldo pegou o manual do veículo e mostrou para o gerente que não seria possível ter uma diferença de 13Lts. Um vídeo foi gravado no local, Florisvaldo indignado disse ter acionado o Procon que compareceu no local, fizeram a aferição e nada foi constatado. O IMMETRO também foi acionado mas disse que poderia comparecer apenas na quarta-feira (28). O motorista compareceu à concessionária Renault e pediu a ficha técnica do veículo que constava que a capacidade máxima é 50 litros, foi dito ainda que mesmo que o tanque tivesse dilatado não teria essa diferença tão grande, Florisvaldo também registrou um B.O na Delegacia.

Especificação do veículo mostra que o tanque tem capacidade máxima de 50 litros

Versão do Posto

O proprietário do posto apresentou um laudo feito pelo PROCON Anápolis nesta tarde, que realizou a aferição das bombas, e não foi constatado nenhuma irregularidade. Ele apresentou ainda várias matérias de sites e estudos que comprovariam que alguns veículos tem capacidade bem maior do que a descrita na especificação técnica. Disse ainda que já acionou seus advogados para processar o autor do vídeo, motorista e quem compartilhou a informação nas redes sociais.

Foto: Laudo emitido pelo PROCON Anápolis mostra que não há irregularidade em aferição realizada hoje no Posto

Estudo comprova capacidade maior do tanque do carro do que diz o manual

Casos iguais do Florisvaldo foram registradas muitas vezes em todo o país. Por conta de situações, comuns aos postos de Norte a Sul do País, é que a Fecombustíveis contratou no ano de 2017 o Grupo Falcão Bauer para fazer o teste de volumetria em 13 veículos de diferentes marcas e modelos.

Estudo realizado em 2017 pelo Grupo Falcão Bauer em todo país

Os resultados demonstraram que há diferenças expressivas, principalmente em três modelos da Renault, de 35% a 36,5% a mais no tanque do veículo. O único modelo que não registrou diferença foi a S10 Rodeio, da Chevrolet. Os testes foram realizados entre os dias 28 de março a 19 de abril de 2017 deste ano.

Estudo comprovou que existe uma diferença que ultrapassa os 36% da capacidade descrita no manual, com a capacidade abastecida

Segundo o gestor técnico da pesquisa, Diego Dozorski Conrado, antes de realizar os testes, as bombas utilizadas passaram por aferição, assim como os tanques dos veículos, que foram esvaziados e reabastecidos. Os resultados demonstraram que há diferenças expressivas, principalmente em três modelos da Renault, de 35% a 36,5% a mais no tanque do veículo.

4 comentários em “Estudos apontam capacidade maior do tanque do carro do que diz o manual

  • 27 de novembro de 2018 em 09:26
    Permalink

    Então se existe essa diferença os postos de gasolina deveriam processar as indústrias automobilisticas….porque nós consumidores somos totalmente leigos a respeito da quantidade exata de combustível que cabe no tanque e com certeza o que vale é o que está no manual do veículo!

    Resposta
  • 27 de novembro de 2018 em 09:47
    Permalink

    Bom dia,
    Quando isso ocorre e só retirar o combustível, mas pelo visto o posto não quis.
    Outro fato é que o motorista estava seguindo o que o manual informa.
    Também sabemos que frentistas não estão respeitando o sinal do clique, no qual pode ocosionar danos no veículo e quem paga essa conta?

    Resposta
  • 27 de novembro de 2018 em 10:32
    Permalink

    É uma puta sacanagem , roubam da gente e as defesas acobertam o eles,tudo claro que pra tudo inventa um recurso pra se saírem bem, somos cidadão e Tamo trabalhando só queremos justiça, e honestidade

    Resposta
  • 28 de novembro de 2018 em 13:09
    Permalink

    Inmetro teve la hj sabe o que resolveram? Se houve mesmo fraude ou não?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *