Cabeleireira desaparecida em Inhumas é encontrada morta pela Polícia Civil

Vítima havia sumido há mais de 20 dias após sair de agência bancária. Corporação que investigava caso não informou quem é autor do crime ou onde corpo foi achado.

A cabeleireira Lorraine Fernandes, de 32 anos, desaparecida há 20 dias, foi encontrada morta, nesta terça-feira (16). Ela desapareceu em Inhumas, na Região Metropolitana de Goiânia, após sair de uma agência bancária na cidade. A Polícia Civil não informou onde o corpo da vítima foi localizado, quem é o autor do crime ou como ela foi morta.

A família estava em buscas de informações sobre o paradeiro da mulher desde último dia 26 de dezembro. O carro em que a cabeleireira estava foi encontrado abandonado e com uma marca de tiro.

A Polícia Civil chegou a criar uma força-tarefa para resolver o caso e a família fez uma campanha para buscar informações sobre onde estaria a cabeleireira. Procurado, o delegado responsável pelas investigações, Humberto Teófilo, disse que só prestará esclarecimentos sobre a resolução do crime na quarta-feira (17).
A filha de 14 anos da vítima chegou a dizer, o quanto sentia falta da mãe.
“Tudo eu fazia com ela. Sair, brincar. Ela me levava no colégio, buscava. Que ela apareça bem. Viva”, pediu.
Lorraine deixa ainda outra filha de 17 anos e mais um filho de 11 anos de idade.

Comentários no Facebook