Anápolis terá hospital padrão Sírio-Libanês

O complexo terá quase 48 mil ² e está sendo construído no centro de Anápolis, e custará cerca de 190 milhões de reais

Uma parceria feita entre o hospital Sírio-Libanês e empresários de Anápolis foi fechada na última sexta-feira (21/12) para a construção de um hospital na cidade. O complexo terá quase 48 mil ² e está sendo construído no centro de Anápolis, e custará cerca de 190 milhões de reais.

O projeto foi formalizado pelo médico e consultor da Diretoria de Novos Negócios do Hospital Sírio-Libanês, André Alexandre Osmo, pelo diretor técnico do empreendimento, o médico Sérgio Daher, além da diretoria das empresas Atmo Desenvolvimento Imobiliário, ABL Prime e Queiroz Silveira Incorporadora, responsáveis pelo projeto.

“Nosso propósito é construir conhecimento junto com o grupo, dando mais uma contribuição para o aprimoramento da saúde no País”, disse André Osmo.

O primeiro passo será a realização de estudos para alinhar o projeto e a realidade da saúde na cidade e em outros 60 municípios goianos para beneficiar a população. A consultoria irá proporcionar qualidade de assistência à saúde e engenharia do hospital, o que irá fomentar a construção de um empreendimento com planejamento e gestão, considerados fundamentais para a eficiência dos atendimentos aos pacientes.

“Estamos unindo a credibilidade de um grupo de engenharia já consolidado a uma instituição de saúde de grandes contribuições ao País”, comentou o diretor técnico do empreendimento, Sérgio Daher.

Hospital Sírio-Libanês será modelo para Anápolis
Esta é a primeira vez que o Hospital Sírio-Libanês (HSL) presta consultoria para projetos de saúde em Anápolis.

O Hospital Sírio-Libanês foi fundado em São Paulo em 1920 e é um centro de referência internacional em saúde. O hospital atende quase oito mil pacientes por mês.

A instituição irá inaugurar um hospital próprio em Brasília no inicio do próximo ano, além de três unidades ambulatoriais.

No Estado de Goiás, o Sírio-Libanês já desenvolveu consultorias no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), em 2017.

Fonte e Matéria do Dia Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *